É sempre difícil o enfrentamento da morte nos casos de entes queridos. Especialmente em acidentes e em casos de doenças terminais. O impacto emocional é muito forte, a separação muito brusca e os sofrimentos intensos, justamente pela dor da perda.

O agravamento é ainda maior quando se trata de jovens e adolescentes. O desespero dos pais é compreensível, natural e muito dolorido para todos. São fatos que normalmente comovem intensamente.

Em todas as cidades ocorrem esses casos de mortes repentinas, bruscas, e também verificam-se os casos de tumores cancerígenos, inesperados, que causam mortes em poucos meses.

É o caso da garota Aninha, com menos de 15 anos. Um tumor no cérebro foi paralisando gradualmente seus movimentos, tirou sua visão, e comoveu a pequena localidade. Sua família sofreu muito, mas com a ajuda da avó conseguiu compreender o fato para entender todo o processo e necessidades da pequena adolescente.

Este caso que lhes conto está no livro VÔO PARA A LUZ, de José Luiz da Silva, em romance editado pela Mythos Books.

Pelo conforto, consolo e orientação que a obra apresenta, aliás em texto muito bem elaborado e escrito, tenho me empenhado em divulgar a obra para que alcance o coração de quem já viveu a traumática situação do enfrentamento de doenças terminais, especialmente com jovens e adolescentes. E mesmo para os que perderam filhos e entes queridos em acidentes rodoviários, a obra igualmente é muito consoladora, embora o foco do livro seja para doenças terminais.

Os diálogos mantidos pela família, entre os pais de Aninha, com seus irmãos e a presença providencial da avó no ambiente familiar, fazem do texto um autêntico refrigério às dores causadas por doenças e perdas.

E o mais interessante que é obra com menos de 200 páginas, com texto leve e atraente. Não posso deixar de recomendar. Conheço o autor pessoalmente, ele é professor de história e construiu um belo texto. No diálogo que mantivemos ele afirmou ter escrito o livro para incentivar a dignidade entre os jovens, para estimular a valorização da vida diante dos desafios enfrentados por nossos jovens. A personagem Aninha, foco central da obra, é um modelo de comportamento para as famílias. A própria família de Aninha igualmente apresenta o perfil que seria o ideal para nossos ambientes domésticos.

Ali estão presentes a educação, o equilíbrio, a harmonia, a serenidade, apesar da adversidade severa que enfrentam. Parece-nos, portanto, muito oportuna que referida obra chegue às mãos de nossos jovens e adolescentes, justamente pelo incentivo que oferece à dignidade; pelos exemplos de resignação e paciência, afeto familiar e especialmente coragem e fé, o livro é muito indicado para nossos tumultuados dias.

Trata-se mesmo de um verdadeiro refrigério. Não deixe de ler e presentear.

Para adquirir o livro você pode usar o telefone gratuito 0800 707 1206 ou informar-se pelo e-mail atendimentoaoleitor@mythoseditora.com.br


Por: Orson Carrara
"Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir continuamente, esta é a lei." (Allan Kardec)